Eu, o meu jardim e os meus conselhos - Me, my garden and my advices


Desde o início, já lá vão mais de 3 anos de experiência, mais de 500 espécies num terreno com menos de 90 metros quadrados, muitas dores de cabeça e lágrimas, muito dinheiro investido, mas principalmente uma grande felicidade e excelentes resultados. Tiro, ponho, mudo, introduzo. Estou toda a hora a aprender com elas (plantas) e a aprender sobre elas, tudo para lhes dar o melhor.

Tenho 24 anos e chamo-me Gonçalo. Sou formado em Química, mas o meu coração pertence à botânica. Criar o meu jardim é manter uma coleção com vida: nada se pode perder. Quero passar-vos também esta paixão e ajudar-vos através de todas as minhas aprendizagens.

From the beginning, it's been more than 3 years of experience, more than 500 species in a terrain with less than 90 square meters, many headaches and tears, lots of money invested, but mainly a great happiness and excellent results. I remove, put, change or introduce, I'm always learning with them (plants) and learning about them, everything to give them the best.

I am 24 years old and my name is Gonçalo. I'm graduated in chemistry, but my heart belongs to botany. Creating my garden is to maintain a living colelction: nothing can be lost. I also want to pass this onto you, this passion and to help you with all my knowledge.


Jardinar pode tornar-se uma das suas atividades preferidas, se o praticar de forma mais acertada. Não importa se percebe muito do assunto ou se tem alguma formação certificada na área. Aqui o importante é ter vontade, paixão e curiosidade pelas plantas.

O meu percurso na área tem sido acompanhado por excelentes pessoas, nomeadamente os meus amigos muito entusiastas e com muitos conhecimentos dentro deste tema. No entanto, uma grande parte desta jornada foi feita unicamente pelos meus próprios pés: aventurei-me, errei, voltei a tentar, ... um ciclo constante que me permitiu aprender e entender bem melhor parte deste mundo. 

Não há melhor do que a experiência pessoal, por isso, não páre de colocar as mãos na terra! Para lhe ajudar a ter mais sucesso, leve consigo 6 conselhos chave para fazer uma melhor jardinagem, que aprendi ao longo de todo este percurso. 

Gardening can become one of your favourite hobbies if you are doing it right. It doesn't matter if you know much about it, or if you have any certified formation in this area. What's most important is willingness, passion and curiosity for plants.

My journey in this area has been accompained by excelent people, namely my  enthusiastic and interested friends about this topic. However, a large part of this journey was made only by my two feet: I fell and I got up many times... A cycle that allowed me to learn and understand much better part of this world.

There is no better than personal experience, so do not stop putting your hands on the ground! To help you succeed, take with you 6 key tips for better gardening that I learned from lessons that made me grow.



1. Não seja básico
Don't be basic

Não se deixe limitar pelo óbvio, treine a plasticidade do seu cérebro e seja invulgar, bem como um pouco excêntrico. A regra de ouro é: explore o mundo botânico para além do mais vulgar. Há coisas muito interessantes e muitas vezes melhores para investir do que outras completamente comerciais.

Do not let yourself be limited by the obvious, train the plasticity of your brain and be unusual, as well as a bit eccentric. The golden rule is: explore the botanical world beyond the most vulgar. There are many intersting things and often better to invest than others commonly sold.

Aquilegia alpina

Iris tuberosa

2. Mantenha-se informado
Stay informed

Provavelmente, o ponto mais importante desta publicação, não só na botânica, mas em qualquer coisa na vida. Estar informado e atualizado é meio caminho para o sucesso pessoal e, neste caso, para o seu jardim. Procure em livros ou na internet. Adira a grupos virtuais e crie contactos com pessoas informadas na área. Visite jardins, museus e tudo mais. Verá que é um grande contributo e uma ajuda que lhe permitirá arranjar fontes e pontes de informação.

Probably, the most important point of this post, not only in botany, but also in everything in life. To be informed and updated is half way for your personal success and, in this case, for your garden. Search on books and on the internet. Join online groups and make contacts with people that know of the subject. Visit gardens, museums and everything else. You'll see that it will be a great contribution and help as you find sources and bridges of information.

Tagetes lucida, Ocimum 'Pesto perpetuo'
Salvia elegans 'honey melon', Nepeta faassenii 'Kit cat', Ilex aquifolium, Dienella tasmanica 'variegated'

3. Não use o nome popular de uma espécie
Don't use plants' common name

Faça um esforço, faça um grande esforço! Ultrapasse este mito e este monstro: não utilize nem decore o nome popular de uma espécie. Não vale a pena encher-se de nomes diferentes consoante a zona em que procura pela planta, pois pode mesmo vir a confundir e misturar nomes de espécies diferentes. Ao fim ao cabo vai estar a chamar 'banana' a uma 'laranja'. Seja curioso e interessado e aplique o ponto anterior: informe-se. Procure descobrir e fixar o nome científico da espécie. A melhor parte é que esse nome é universal, ou seja, é reconhecido e aceite por toda a comunidade científica no mundo.

Make an effort, make a big effort! Overcome this myth and monster: don't use or memorize the plants' common name. It's not worth filling up with different names depending on the area that you are searching for the plant. You could end up confusing and mixing names of different species. Basically, you will be calling 'banana' to an 'orange'. Be curious and interested and apply the previous point: inform yourself. Try to discover and memorize the scientific name of a species. The best part is that this name is universal, in other words, it is recognized and accepted by all scientific comunity in the world.

Mentha aquatica
Salvia hispanica

Haemanthus albiflos

4. Analise as condições do seu jardim
Analyse yur garden's characteristics

Caso adore cactos, mas o seu jardim fica situado por exemplo no norte da Europa, provavelmente, não vale a pena investir neles (ao ar livre). É crucial avaliar as condições do seu jardim e as suas variações médias ao longo do ano: temperatura, precipitação, tipo de solo, drenagem, pH do solo, exposição solar, vento, ... Conhecer as características ideais do seu jardim vai permitir-lhe fazer uma escolha mais acertada das espécies a colocar e que se adequarão melhor. Se quiser aventurar-se para outras terras não se esqueça que terá de criar no seu jardim as condições observadas no ecossistema no qual essa espécie é nativa.

In case you adore cacti, but your garden is located for instance in northern Europe, it's probably not worth investing in that in the open air. It is crucial to evaluate your garden's conditions and it's variations during the year: temperature, precipitation, soil type, drainage, soil pH, sunlight exposure, wind, ... Knowing the ideal characteristics of your garden will allow you to make wiser choices about the species to add, that will fit it better. If you want to venture in other lands, do not forget.that you'll have to create in your garden the same conditions as this species' native grounds. 

5. Seja patriota 
Be a patriot

Procure investir em espécies que são nativas da sua zona, país ou continente. Todas estas, respetivamente por ordem decrescente, terão maiores probabilidades de serem adequadas ao seu jardim, e como resultado, um grande sucesso! Além disso, está a contribuir para a conservação das espécies e a evitar a introdução de plantas exóticas potencialmente nefastas.

Try to invest in native species from your area, country or continent. All these, respectively be descending order, will have more chances to be suitable for your garden, and as a result, a big success! Moreover, you're contributing for species' conservation and avoidin the introduction of exotic plants potentially harmfull.

Teucrium scorodonia

Cedronella canariensis

6. Deixe-se levar pela criatividade
Let yourself be taken by creativity

Explore diversos géneros botânicos e faça misturas com um toque selvagem, para não tornar tudo demasiado forçado ou artificial. Construa caminhos pedonais ao longo do seu jardim e depois comece a estruturar os seus ecossistemas, de forma semelhante aos encontrados na natureza. Pode optar pela colocação das plantas mais pequenas junto dos caminhos e as maiores mais afastadas. Misture cores, texturas e aromas. Não se esqueça de identificar todas as plantas (usando os nomes científicos) para facilitar as visitas guiadas aos seus amigos.

Explore different botanical genus and make mistures with a bit of wild touch, so that it's not all too much artifial or humanized. Build walking paths through your garden and then start to structure your own ecosystems, equally as those found in the wild. You can choose to place the smaller plants next to the paths and the bigger ones more distant. Mix different colours, textures and scents. Do not forget to identify all your plants (using scientific names) in order to ease your guided tours to friends.

Satureja montana, Salvia nemorosa 'Sensation white', Thymus pulegioides, Hypericum sp

Plectranthus caninus, Salvia greggii 'Mirage deep purple', Diosma hirsuta 'Sunset gold'

Espero que as minhas recomendações tinham sido recebidas desse lado com o maior entusiasmo e que a partir de agora olhe para a botânica com olhos mais sábios. Estamos aqui para nos ajudarmos uns aos outros e essa é uma das minhas missões principais com o meu blog. Obrigado por visitar o meu blog e espero que apareça por cá mais vezes!

I hope that my recommendations have been received with the greatest enthusiasm and that from now on you look at botany with wiser eyes. We are here to help each other and this is one of my main missions with my blog. Thank you for visiting my blog and I hope you do it more often!


Comentários

  1. Uau muito bom! Ler isto deu-me vontade de voltar a pegar no meu blog de jardinagem que deixei há uns anos (planting design lab). Muitos Parabéns! É bom saber que há mais pessoas com esta iniciativa no nosso país. Inveja dessas Salvias! :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Pedro! Antes de mais muito obrigado pela sua atenção e pelas suas palavras. Fico muito satisfeito que tenha gostado do que leu. Este último post não era para ter sido inicialmente tudo isto, era para ter sido só e apenas os meus conselhos para todos melhorarem a sua performance no jardim. Senti muita falta de o fazer porque muitas vezes fico triste e decepcionado com o que a grande maioria das pessoas cá escolhe para o jardim ou que faz no seu jardim. Temos uma cultura fraca e pouca educação comparativamente a outros países europeus no que toca a jardinagem, seja a nível doméstico, seja a nível de grandes urbanizações. Este post serviu também para ripostar a muitas personalidades "da área" que ao invés de educarem os leitores com conteúdo decente e interessante, continuam a alimentar a ignorância... coisa que não acontece com outras personalidades internacionais que eu sigo. Por isso, espero que esta sua leitura tenha sido um bom impulso para que volte ao seu blog! Precisamos de mais conteúdos deste tipo em Portugal, mais inspiração, ideias e ensinamentos. Precisamos de mais bons blogs e bloggers com a mesma paixão por botânica. Vou seguir o seu blog na esperança que ele vá aparecendo atualizado mais vezes no futuro :) de resto, muito obrigado mais uma vez e espero vê-lo por aqui mais vezes! Alguma dúvida, questão, conselho ou afim disponha sempre!

      Eliminar
  2. Olá eu não pude deixar de passar aqui para informar lhe que vou mandar um vídeo de agradecimento no YouTube aos 2000 inscritos e vou citar seu blog. Pois você me abre os olhos... Como uma pessoa normal poderá classificar cientificamente sua coleção ... ? Por onde começar?

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigado Manu por todo o carinho! É bom que todos sigam o mesmo rumo botânico. Para classificar a sua coleção cientificamente, o mais importante é conhecer os nomes científicos de tudo o que adquirir. Parece aborrecido e difícil ao início, mas com o tempo vai-se ganhando a prática e vamos entendendo que tudo tem um significado. Eu não coloco nenhuma planta no meu jardim sem descobrir o nome científico, e vou apontando tudo um documento excel para não me esquecer de nada. Uso a internet e contacto conhecidos e consigo sempre chegar lá. Perde mais uns segundos de vida, mas vale a pena! O nome popular só serve para as pessoas se confundirem e enganarem umas às outras. Tudo de bom :)

      Eliminar
  3. Amazing! Muito interessante, parabéns e bom trabalho!

    ResponderEliminar

Enviar um comentário

Mensagens populares deste blogue

Monserrate e o seu jardim

Jardim botânico da Ajuda